Grupo de engenheiros produz EPIs para fornecer gratuitamente para equipes de saúde

 In Sem categoria

E-Group é formados por engenheiros da Poli-USP, Unicamp e Instituto Mauá.

O E-Group, coordenado pelo aluno de mestrado Alain Guimarães, atua com a produção e o fornecimento gratuito de Face Shields, equipamentos de proteção facial, para as equipes de saúde, que estão trabalhando diretamente no combate à pandemia. A iniciativa é de um grupo de engenheiros composto por membros da Poli-USP, da Unicamp e do Instituto Mauá de Tecnologia, que está produzindo as máscaras com o uso de impressoras 3D e folhas de acetato/pet/petg. Para receberem os equipamentos, basta que a unidade de saúde faça a solicitação, de forma que seja possível dimensionar a demanda. 

Segundo Alain Guimarães, “o grupo também mapeia as impressoras disponíveis e fornece aos parceiros os insumos necessários para garantir o funcionamento das diferentes linhas de montagem parciais. Centraliza, porém, a finalização, para encaminhamento aos que solicitam”. 

Os Face Shields são tiaras com visor transparente que ajudam a reduzir o risco de contágio e prolongar a vida útil das máscaras N-95, que ficam em contato direto com a pele da face, protegendo nariz e boca, principalmente, explica Caio Pinho, engenheiro e membro do E-Group. Além disso, vale lembrar que as viseiras são de material plástico higienizável, podendo ser utilizadas por mais tempo. 

Até o início de maio, foram entregues mais de 4100 máscaras. Com o auxílio recebido, foram capazes de aumentar a produção de 100 máscaras para 1400 por semana. “Para aumentar a capacidade, abrimos uma frente de produção por resina em molde de silicone. Nesse modo, sai uma tiara a cada 15 minutos, enquanto na impressão 3D temos uma a cada uma hora”, explica Alain Guimarães. 

Em busca de aumentar ainda mais a produção, o grupo está estudando a fabricação de um molde para protótipo injetado, o que resultaria na produção de 10 mil tiaras por semana. Inicialmente, a intenção era duplicar ou triplicar a capacidade semanal, o que já foi superado. A meta era chegar a 12 mil máscaras entregues. Com esses avanços, a previsão é não só alcançá-la, como ultrapassá-la. 

O objetivo da ação é auxiliar a comunidade nesse momento de fragilidade, utilizando conhecimentos individuais e a colaboração coletiva para impactar no todo. Guimarães conta que “o apoio da Amigos da Poli foi essencial para conseguirmos ampliar a quantidade de makers e garantir a logística e estoque dos insumos para a fabricação. Foram comprados bobinas de petg cristal, filamentos abs/pla, elásticos, materiais de escritório e caixas para embalagem”. 
 
A iniciativa reúne diversos voluntários e continua em busca de ajuda. As informações de contato do E-Group:
 
Site: https://www.poli.usp.br/faceshields
E-mail: egroup.covid19@gmail.com

Fonte: Assessoria de Imprensaa da Poli-USP

Recent Posts
Contato

Deixe uma mensagem com seus contatos e assim que possível retornaremos.

Start typing and press Enter to search